Translator Widget by Dicas Blogger

Quer anunciar aqui? Entre em contato: vizinhosdeutero@gmail.com

quinta-feira, abril 19, 2012

"Causas Gemelares" Por Jonathas Borges Soares


1) Idade da mulher - Mulheres com mais de 30 anos tem maior risco de ter gêmeos. Isso ocorre porque o hormônio FSH aumenta à medida em que a mulher envelhece.

O FSH, hormônio estimulante do folículo, é responsável pelo desenvolvimento dos óvulos nos ovários, antes de serem liberados. Níveis mais elevados de FSH são necessários quando uma mulher envelhece, pois os óvulos requerem mais estímulos para crescer do que em uma mulher mais jovem. Nestes casos, muitas vezes, os folículos reagem com mais agressividade aos níveis mais elevados de FSH, e dois ou mais óvulos são liberados, resultando em uma gravidez de gêmeos.

2) Histórico familiar - Se você tem gêmeos fraternos (não-idênticos) na sua família, suas chances de conceber gêmeos aumentam. Uma história familiar de gêmeos idênticos não significa, contudo, aumento do risco de gêmeos. Um histórico gemelar no lado feminino da família indica uma maior probabilidade de ovular mais de um óvulo por ciclo. Uma história de gêmeos fraternos do lado masculino indica uma maior probabilidade do homem produzir espermatozóides suficientes para fertilizar mais de um óvulo.

3) Peso - Mulheres obesas, com IMC (índice de massa corporal) acima de 30, são mais propensas a conceber gêmeos do que mulheres com IMC normal. Está é uma situação ambígua, uma vez que mulheres acima do peso tem dificuldade para conceber. O excesso de gordura leva o corpo a produzir quantidades cada vez maiores de estrogênio, que por sua vez, pode causar maior estimulação dos ovários.

4) Altura - Mulheres mais altas correm maior risco de conceber gêmeos, de acordo estudos realizados. Por que isso acontece? Ainda não sabemos, mas uma teoria é que uma melhor nutrição, o que pode levar uma estatura maior, pode estar por trás do aumento da taxa de gêmeos.

5) Número de filhos - Gêmeos são mais comuns em mulheres que já engravidaram mais vezes e que pertencem à famílias numerosas.

6) Etnia: Mulheres negras são mais propensas a conceber gêmeos do que as mulheres brancas. E as asiáticas são as menos propensas.

7) Amamentação - É verdade que a amamentação também pode afetar a fertilidade e prevenir a gravidez, especialmente nos seis primeiros meses de vida do bebê, caso ele se alimente exclusivamente do leite materno. No entanto, é possível engravidar durante a amamentação. E de gêmeos! Um estudo verificou que a taxa de gêmeos é de 11,4% entre as mulheres que amamentam, em comparação com apenas 1,1% em mulheres que não amamentam.

8) Dieta - Alguns estudos descobriram que mulheres que consomem mais produtos lácteos são mais propensas a conceber gêmeos. Uma teoria é que os hormônios de crescimento dado às vacas possam afetar os níveis hormonais em humanos. - Jonathas Borges Soares, ginecologista - Projeto ALFA, Aliança de Laboratórios de Fertilização Assistida.

(Fonte: Portal Nacional de Seguros / Márcia Wirth / Foto Ilustrativa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário